Alimentos Diet, Light e Zero

Alimentos Diet

São os alimentos especialmente formulados para grupos da população que apresentam necessidade de dietas com restrição de nutrientes, como, por exemplo, carboidratos, gorduras, proteínas, sódio, glúten, entre outros.

São feitas modificações no conteúdo de nutrientes, adequado-os a dietas de indivíduos que pertençam a esses grupos da população.

Apresentam na sua composição quantidades insignificantes ou são totalmente isentos de algum nutriente. São exemplos desse tipo de alimento geléias sem adição de açúcar (para pacientes diabéticos) ou pão sem glúten (para indivíduos com doença celíaca).

Todos os produtos diet devem ter isenção de algum nutriente. Nem sempre o alimento diet apresenta menos calorias, por isso a importância de avaliar as informações nutricionais no rótulo do produto.

Alimentos Light

Os alimentos light devem ter redução mínima de 25%  em algum nutriente ou calorias, comparado ao alimento convencional.

Para que ocorra a redução de calorias é necessário que haja a diminuição no teor de algum nutriente energético (carboidrato, gordura e proteína).

Assim, a redução de um nutriente não energético, como por exemplo o sódio (sal light), não interfere na quantidade de calorias do alimento.

O alimento light  não é, necessariamente, indicado para pessoas que apresentem algum tipo de  doença (diabetes, colesterol elevado, celíacos, fenilcetonúricos).

É também importante lembrar que esses produtos devem ser consumidos nas porções recomendadas.

Alimentos Zero

É um termo comumente utilizado para refrigerantes, e na maioria das vezes indica que o produto é “zero açúcar”, o que seria sinônimo de um produto diet.

 Ler os rótulos dos produtos light, diet e zero  e compará-los com o alimento convencional é a melhor forma de verificar se eles atendem às suas necessidades. 

Fonte: Sociedade Brasileira de Diabetes e Agência Nacional de Vigilância Sanitária