Blefaroplastia

A blefaroplastia melhora a função, a forma e o aspecto estético das pálpebras. Esta, aparentemente, simples pele que recobre os olhos, protegendo-o e mantendo sua lubrificação, é na verdade uma complexa estrutura e requer conhecimento anatômico refinado e um diagnóstico adequado de quais estruturas apresentam alterações corrigíveis com a cirurgia.

Dessa forma, este procedimento pode ser indicado nos casos em que há flacidez cutânea, muscular ou de ligamentos, assim como acúmulos gordurosos nas pálpebras. Para pessoas que possuem bolsas de gordura abaixo das pálpebras inferiores sem flacidez de pele associada (normalmente jovens com pele mais espessa e elástica), é indicada a blefaroplastia transconjuntival, na qual a remoção de gordura das bolsas pode ser realizada através de uma incisão por dentro da pálpebra inferior, sem deixar cicatrizes externas.


Perguntas e Respostas

Há risco na blefaroplastia?

Todo procedimento cirúrgico envolve riscos. Felizmente, raramente a cirurgia palpebral determina sérias intercorrências. Como se trata de uma cirurgia eletiva,…